A grande tristeza



"...a Grande Tristeza havia
pousado nos ombros de Mack como uma capa invisível, mas quase palpável. O peso daquela presença embotava seus olhos e curvava seus ombros. Até os esforços para afastá-la eram exaustivos, como se os braços estivessem costurados nas dobras escuras do desespero que agora, de algum modo, tinha se tornado parte dele. Comia, trabalhava, amava, sonhava e brincava sempre usando essa vestimenta, como se fosse um roupão de chumbo. Andava com dificuldade pela melancolia tenebrosa que sugava a cor de tudo..."






Acostume-se, seu mundo nunca mais vai ser o mesmo, seu interior nunca mais vai ser o mesmo, a dor da perda deixa tudo fora do lugar, seu mundo não é mais seu, pelo menos é assim comigo, minha cabeça nunca foi das melhores mas agora estou tão estafada mentalmente que nem consigo saber que dia da semana é hoje, onde deixo a chave de casa e esse tipo de coisas,  meu marido também está assim, trancamos tanto as portas da lembrança, nossos sentimentos, pensamentos,  que nossa cabeça não funciona mais, forçamos tanto para voltar a ser como eramos antes que por algum tempo nos perdemos. A pressão para seguir a vida em frente tem sido uma companheira silenciosa que aumenta a cada visita de amigos ou parentes, é como se muitos deles quisessem tanto nos ajudar que nos empurram meio que sem querer para esquecer e seguir em frente, entendo cada um deles, só querem nosso bem com certeza. Muitas das mães que tenho conversado e convivido que passaram pela mesma dor da perda de um filho, tamanha é a pressão para que  sigam em frente, que elas fingem estar conformadas as vezes para não serem taxadas de fracas ou sem fé, enquanto no seu intimo (ou em menos de 10 minutos de conversa) demostram que fingem já ter superado fingem por vergonha, é bem estranho sim, e então comecei a pensar e vi que  eu também sou assim na maioria do tempo finjo interiormente que nada aconteceu, finjo não ter a perdido, mas aqui, escrevo o que sinto e quando leio vejo que o luto ainda toma conta de todo meu ser...Ontem
conversei com a Ale (minha mana mamãe do Lorenzo) e ela disse que acha bonito eu demonstrar meu luto sem medo das pessoas criticarem ou dizerem que já faz muito tempo, sim porque para muitas pessoas que lêem aqui ou que nos conhecem, o que aconteceu com a Helena já faz muito tempo e a maioria delas acha que nosso luto esta muito estendido...Na realidade acredito que não vivi o luto ainda, como já contei aqui, não consigo pensar que ela está morta e muito menos lembrar daqueles dias, isso está guardado dentro bem no fundo de mim, como coloquei no post "sou covarde" porque é assim que me sinto, deixei tudo guardadinho aqui dentro para se um dia eu conseguir reviver tudo o que aconteceu eu poder lembrar do toque da pele dela de sua presença, minhas lembranças são todas divididas por um muro, lembro dela somente com a casca de mim, lembro dela somente com a cabeça, meu coração não conseguiu lembrar dela ainda, por duas vezes cheguei a começar mas demorei para voltar a mim, as vezes quando vou dormir a imagem dela no velório me vem a cabeça e forço para esquecer, claro que sei que poucas mães ou nenhuma consegue realmente acreditar que seu filho ou filha está morta, como eu até hoje não acredito, a cabeça sabe mas o coração fica achando que não...é bem como coloquei acima em um pedacinho do livro que estou lendo ( a cabana), é uma realidade bem complicada de explicar e muito mais complicada de entender. Aqui mostro-me como sou por dentro e como penso então porque fingir que já superei? eu seria hipócrita se dissesse que estou feliz mas sigo minha vida em frente, mecanicamente mas em frente, nada é como era antes e cada vez que fico triste as pessoas ainda estranham afinal fazem quase nove meses que meu amor faleceu, então somente quem não tem fé não supera...hoje venho aqui também para dizer-lhes que tenho fé em Deus sim, é somente ele para nos dar força, e que quero contar-lhes também que junto com essa fé também esta o amor de mãe, o amor que nos quer por perto mesmo velhos, repare uma mãe que enterra seu filho com 40 anos 50 anos, ainda assim ela sofre, e o acha na "flor da idade" então como eu enterrando minha filhinha de 17 dias vou conseguir superar...no dia do velório disse inúmeras vezes a ela que tudo o que tínhamos de bom ela levou consigo, e hoje relembrando é como se fosse agora, e repito,  tudo o que eu tinha de bom ela levou lá para o céu junto com sua alminha pura, quando escrevo vejo como tudo ainda é vivo em minha cabeça, só sigo a vida e não me desespero porque sei que a faria sofrer, que faria quem me ama e está do meu lado, meu marido, meu pais, minhas irmãs, sigo em frente sim, mas com tudo embaralhado dentro de mim menos as memórias dos dias mais felizes e dos dias mais tristes da minha vida. Aproveitando que falamos do amor de mãe, encontrei essa benção de mãe que mostra um pouquinho de nosso amor pelos nossos pequenos.
 

Bênçãos de Mãe

Não imaginava
Que saudade de mãe fosse assim...
Doce, cheia de emoções lindas 
Imagens coloridas,
Com cheiro de vida...
O abraço que permanece,
O calor do aconchego...
A voz que ecoa macia
Dando forças
Pra seguir todos os dias...
Como quem diz:
Eu te ensinei a andar
Agora, vai... Estou aqui
Sempre a te abençoar! 

(Sirlei L. Passolongo)


Vai meu anjinho, voa feliz onde você estiver que a mamãe fica aqui mandando todo o amor que há no peito e rezando para que Deus permita que você continue ai iluminada como foi aqui, mamãe te ama pra sempre.





10 comentários:

  1. Tocante, lindo e triste o teu texto...esses momentos são difíceis, com certeza que não sabemos nem o que dizer, mas vim me fazer presente outra vez e prestar o meu apoio e solidadriedade.
    Força e fé, amiga!!!
    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra muito obrigada mesmo por se importar de vir visitar o blog do meu anjinho e nos desejar força, isso é muito importante para nós, com certeza ela sente seu carinho também, beijos e permaneça com Deus

      Excluir
  2. ooi flor, estou participando de uma brincadeira entre as mamães blogueiras e ficaria muito feliz se você topasse participar, agradeço desde já!
    Segue o link: http://comosermaedeumprincipe.blogspot.com.br/2012/11/meme-repassado-pela-mi.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou indo lá sim, obrigada pelo convite, abraços carinhosos

      Excluir
  3. Olá minha querida hoje venho aqui te fazer um convite, participar de uma brincadeira entre blogs, é só responder umas perguntinhas que está lá no meu blog, eu tbm fui convidada e gostei bastante espero que curta a ideia!!
    Aproposito toda vez que passo por aqui me emociono com suas mensagens, parabén smais uma vez!!!http://ideiasdaangela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada angela vou visitar lá sim e muito obrigada pelas visitas, um grande beijo

      Excluir
  4. Querida Tati.
    Posso imaginar a dor que você está sentindo com a perda do seu bem mais precioso, da estrelnha que era os sonhos de seu esposo e os teus de uma família repleta de amor.
    O que não posso é imaginar a dimensão de sua dor.
    Acompanho o seu blog desde o dia que, em uma busca por imagens no Google, apareceu uma foto de sua pequena deitadinha dormino um sono tão gostoso e inocente como só os bebês são capazes de ter.
    Não quero que você se sinta ofendida, de modo algum, quando as pessoas são indiferentes à tua dor ou querem que ela passe de uma hora para outra. Acho que muitos são indiferentes e até mesquinhos à dor dos outros, só sentem profundamente a deles. Deixe esses comentários vazios e insencíveis para lá. Tem muito mais mães de anjo, ou pessoas, que se importam com vocês e se compadecem com a história da Helena e de tantos outros anjinhos, do que pessoas indiferentes.
    E quanto ao luto e a demora dele, que você postou, não acho que o seu esteja demorando, pois quem perde um filho deve sentir um luto, um vazio, uma tristeza eterna e pesada. Mas em contraponto disso, o seu luto não parece lhe fazer mal, nem à ti nem às pessoas que cercam a você e seu esposo.
    Acho fundamental o respeito, você não expôs sua pequena, você expôs sim a história dela na luta pela via. Nada mais normal do que as pessoas se interessarem por toda a história dela e querer saber como vocês estão enfrentando a dor da perda.
    Pelo que entendi esse blog é um projeto para evitar que outras pessoas sofram o que você e seu esposo estão enfrentando e que outros anjinhos passem pela angústia e dor que sua guerreira passou.
    E isso é doar-se pelo bem maior. Você tem o dom de escrever e ajudar pessoas, e muitas mamães tem o dia iluminado pelas suas palavras. E isso é o que importa, e isso que faz esse blog estar aqui e suponho que seja o real motivo de sua existência: ajudar a evitar dor e sofrimento aos outros, já que o da sua família não pode ser evitado.
    Beijos, querida, e fiquem com Deus. Seu anjinho está no céu e observando, orgulhosa, o esforço de sua mamãe em não deixar sua existência passar apenas como mais um número!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Flavialicious muito obrigada pelo carinho que tem sempre que visita o blog da Helena, hoje em seu comentário senti como se estivesse na sua frente, ouvindo cada palavra, muito obrigada pelos comentários a favor do respeito, a linha entre expor a Helena e expor a história da Helena é muito tênue e me esforço muito para não ultrapassa-la, quero mostrar tudo o que sentimos e o que passamos sem que isso interfira no descanso dela, foi muito bom poder saber que pessoas como você percebem isso, vou fazer um post falando o que sinto sobre isso (muito obrigada) e como é difícil manter-se no caminho certo, tudo o que você falou a respeito de ajudar outras mães me fez muito feliz, tomara que seja verdade resumindo, foram minutos preciosos lendo e relendo seu comentário, um grande beijo e muito obrigada pela sua visita e pelo seu carinho =)

      Excluir
  5. Que triste o aconteceu com essa pequena linda princesa de Deu, mas que nao passe impune essa falta de amor pelo ser humano afinal destruiram uma familia inteira com tanto amor por essa menina enquanto tantos maus tratos a inocentes, minha indignaçao minha tristeza para essa saúde no Brasil que nao funciona a nao ser por pessoas ricas, amada oro por vcs direto que a luz de Deus esteja confortanto os vossos coraçoes, um abraço em vc querida e seu esposo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...