As emoções- Primeiro Ultra


Hoje quero contar um dos muitos momentos felizes que tive enquanto estava grávida, já contei do parto entre outras coisas e hoje vou contar um pouquinho sobre como foi as emoções de alguns dos ultra sons que fiz. Sempre olhava em filmes e novelas quando as mamães e os papais iam fazer o primeiro ultra som, sabe aquele clima? O médico feliz como se fosse a primeira vez que viu um bebe dentro da barriga enquanto os pais olham para uma tela cinza com uma bolinha no meio de um monte de chuviscos, quando vêem aquilo e escutam as batidas do coraçãozinho ficam em uma felicidade só, mas como muita coisa que passa em filme é muito exagerada ou totalmente mentirosa, quando fiz o primeiro ultra da Helena pensei que não teria nada a ver com o que tinha visto, pensei que seria como uma consulta de rotina do tipo "há ta o bebê está bem"...realmente tenho que confessar que meus sentimentos são meio confusos mesmo, nem eu os domino as vezes e reconheço que crio muitas expectativas em cima de coisas que não acontecem como eu esperava e quando não penso acontece como eu sempre quiz. Então cheguei ao consultório do Dr Ricardo, sozinha, digo somente eu e a Helena, o papai dela teve que ir viajar a trabalho e não teve como adiar.
Entrei, sentei peguei um catálogo de lembrancinhas de maternidade e fiquei olhando,  tirando idéias de nome e modelo de lembrancinhas de meninOs porque tinha 90 % de certeza que eu estava grávida de meninO enquanto o alemão tinha a mesma quantia de certeza de ser meninA. Entrei me preparei e deitei na maca para fazer o tal ultrason, até ai é como falei não via fundamento nas pessoas se emocionarem de olhar um monte de chuviscos em uma tela preta e branca, o médico conversou comigo para me deixar confortável, perguntando me até como foi a emoção de quando me descobri grávida. Então pegou  e passou um gel gelado na minha barriga e com o aparelhinho,  que parece aquele de pegar o preço no código de barras no supermercado, encostou na minha barriga e me disse:
- É só olhar para a tela vamos ver como está esse bebê.
E foi procurando, deslizando aquilo na minha barriga, como já tinha conversado com algumas mamães que disseram que no primeiro ultra som não viram nada, também achava que não ia ver nada, por isso fiquei tranqüila e sem expectativas de grandes emoções. Mas quando olhei para a tela e vi uma bolinha grande e uma bolinha pequena pulsando, olhei para o médico e ele estava sorrindo, pode?
 Sabe um daqueles momentos inesquecíveis na sua vida? Ele me olhou e disse:
- Vamos escutar o coraçãozinho?
Só balancei a cabeça dizendo sim e ele aumentou o volume de algum aparelho que não sei o que era...e então a sala dele se tomou de um tum-tum-tum-tum e  fiquei ali olhando aquelas bolinhas mexerem e escutando o coraçãozinho da minha pequena, sorri boba e sem vergonha nenhuma de demostrar o quanto estava feliz, (sorrisos) então o médico me olhou e disse :
-Você está de três meses e não de dois, seu bebe está com 8 cm(em outro post conto tudo do porque errei em um mês). Mês que vem já podemos tentar ver o sexo, tirei as fotinhos, (fiz mais uns 3 depois desse, mas esquecemos de tirar fotos), entre outras coisas de rotina, ele disse, parabéns e nos vemos daqui um mês,  sai com a foto do ultrason ¹ em mãos e fui ligar para meu maridão para contar, quando vou ligar adivinhem?
-  "Saldo insuficiente para realizar chamadas!" 
Pensei: aiaia, justo agora?
Cheguei em um restaurante e fui colocar o cartão, a moça demorou uns dez minutos, sabe aqueles momentos que duram o dobro do tempo que realmente duraram, então liguei para ele e disse "meu bem, é verdade, vi o bebe ele tá enorme já esta com 8 cm e se mexe, também escutei seu coraçãozinho, estou muito feliz, nosso sonho está se desenvolvendo aqui dentro da minha barriga, tirei até fotos, é verdade!" e ele todo ansioso e feliz do outro lado da linha : -quero ver quero ver me manda?!
Tirei foto do ultra som, enviei para o celular dele e, mesmo longe nós dois, juntos, ficamos feito dois bobos olhando nosso bebê e rindo no telefone pode?(sorrisos)
Então desliguei o telefone e liguei para minha mãe e para minha irmã mais nova, contei a mesma coisa e rimos bobas do mesmo jeito, quando eu vi, eu tinha caminhado umas quatro quadras em direção contrária de onde eu tinha que ter ido, voltei e fui tomar café em um dos mercados da cidade, lá tem o melhor pastel de onde morávamos, cheguei na lancheria (já me conheciam) e fui mostrando o ultra som para todo mundo, as pessoas, simpáticas, me davam os parabéns e se mostravam felizes; mas acho que muitas delas pensaram como eu pensava antes "que graça olhar bolinhas em um monte de rabiscos", e fiquei ali boba comendo e rindo sozinha.
Quando cheguei em casa fiquei com aquele ultra som para cima e para baixo, o Giovani só chegou a noite mas ficou muito emocionado também, tudo era real, nosso sonho estava mesmo realizado.
 Como pode tudo mudar de um dia para o outro não é? Ontem eu estava mais triste que o normal, e hoje somente de relembrar da emoção e felicidade que cada momento com ela me proporcionou, o quanto eu era cheia de felicidade e esperanças, já me sinto melhor, me sinto um pouquinho completa, como éramos felizes. Cada vez que relembro alguma coisa sobre ela vejo o quanto a amei desde que soube que ela viria, lembro como se fosse hoje da sensação dela dentro de mim, sabe como o cheiro de alguma coisa nos remete a algum tempo atrás ao a alguém? É assim que me senti hoje olhando as coisinhas dela para separar e escanear para vocês(desde as pulseirinhas de maternidade) que vou contando e postando as imagens aos poucos, quando comecei a escrever o post de hoje, me senti cheia daquela esperança de felicidade, não sei como descrever, é uma coisa que nos enche, quando tudo isso aconteceu me senti plena, pena que não sei bem como explicar a vocês para que o que digo não fique meio feito bobo. Mantive a foto do primeiro ultra som dela de papel de parede do celular e do computador até ela nascer. 


PS: O Giovani chegou de viagem na mesma noite que fiz o ultra som e de tanta emoção de saber que tudo era real, já começou a conversar com o bebe, quando as pessoas olham as fotos dele grandão, nem imaginam como o meu alemão é sensível e atencioso, cuidava desde o que eu comia até as horas de sono a noite ele ajudava a cuidar, fora que conversava com a Helena e cantava para ela ainda dentro da barriga, quem quiser ver mais é só olhar o video, "primeiro encontro com o papai" que vai ver ele e a Helena se "derretendo" um para o outro.

No post de amanhã vou escrever sobre o ultra que ficamos sabendo o sexo do bebe. 





2 comentários:

  1. Linda,força amiga..Bjs em seu coração..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada queria Monica pela visita e pela força, beijokas para você e muitas beçãos para sua família

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...