Mais um desabafo







Muitas pessoas tem nos mandado sentimentos bons o que nos faz sentir um pouco de paz dentro da gente mesmo a distancia, muitas pessoas também tem se mostrado preocupados com nossa recuperação em especial a minha que sou quem mais esta sempre por aqui. Queria contar para vocês que não morri não, que acredito em Deus com certeza e que tenho fé que vou reencontra-la no céu nem que seja de passada, é isso que me mantem em pé...sou diferente hoje assim como meu marido, estamos ocos e minha mãe disse que nos recuperar nunca mais, que nunca mais vamos ser inteiros, e não são frases prontas não, ontem eu estava falando com ela que é bem difícil de explicar
como me sinto, que nada faz sentido, que a vida que tenho vivido não parece ser a minha, mas que continuo tentando a cada dia, sorrir, viver, ter uma vida mais parecida possível com a que tínhamos antes do que aconteceu...todo dia que acordo tento sim reagir e acho que estou bem para quem teve que ver seu filho em um caixão, direciono minha dor para tentar ajudar outras pessoas...tem prova maior de amor a Deus? tento somente cumprir o que ele ensinou, ser bom, tentar ajudar os outros,  não é que me afundo em dor, realmente tem horas do dia que choro como as vezes passo dois ou trés dias sem chorar, mas como não o faria? quem perdeu um filho sabe do que estou falando, na realidade tento não lembrar dela, não consigo encarar o fato dela estar morta, não é falta de fé, acredito que toda a mãe teria a mesma reação, não consigo lembrar dela daquele dia, quando lembrei ontem dos dedinhos dela com as unhas todas roxas, me deu um desespero horrível então bloqueie tudo novamente, acredito ser normal, não é falta de fé é amor de mãe, acredito estar fazendo tudo direitinho, claro que cada pessoa tem sua opinião e quando vim até aqui expor o que sinto já sabia disso, fiz esse desabafo somente para as pessoas que se preocupam comigo ficarem sabendo que estou muito bem perto do que poderia estar, e que entendo de quererem ajudar mas acredito que cada um tem um tempo e também uma forma de viver a saudade de um filho, e a que eu escolhi é tentar tocar as pessoas, lá no fundo do coração para que tentem se unir para fazer algo para salvar outros bebes, já se vai dar certo é outra história e isso também está sobre os cuidados de Deus, um grande abraço a todos e obrigada pelo carinho.





2 comentários:

  1. Eu entendo você, quando eu perdi meu Lucas meu mundo caiu diante de mim, do meu marido, da minha família, eu senti que jamais conseguiria viver novamente. Passei muitos meses isolada, ao contrário de você eu escondi do mundo, chorava dia e noite até que isso foi tomando conta de mim e um dia eu resolvi "entregar meu filho nas mãos de Deus", talvez tenha sido o momento mais difícil depois do dia que ele se foi, e isto aconteceu no dia que seria seu aniversário de 1 aninho. Concordo com você, cada um tem seu tempo, não antecipe as coisas e siga da maneira que lhe for bom, que te faça bem, não se importe com opiniões e não as siga, pois só a mãe sabe da dor que passa. Hoje eu tenho um casal de gêmeos que vieram depois de tanta dor para nos dar vida novamente, e eu digo a você, se for o seu sonho lute!!!! Estou sempre a disposição... Grande abraço!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mesmo me fez sentir um pouquinho melhor no dia de hoje, beijos e muita luz para seu Lucas e muitas bençãos para você e para os pequeninos que estão por vir

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...